AGRÁRIA

LABORATÓRIO DE GEOGRAFIA AGRÁRIA DG-FFLCH-USP

Principal      Equipe      Atividades       Acervo      Eventos      Produção      Exposição      Dicas de Filmes      Revista Agrária      Links

 

 

Atividades do Laboratório

 

PROSA NA QUINTA

 

A Prosa na Quinta é uma atividade do Laboratório de Agrária, de periodicidade mensal, nas segundas quintas-feiras de cada mês, no período entre-aulas (das 18h00 às 20h00). Desde 2009 ela foi ampliada em três eixos articulados: a Prosa propriamente dita, o Cine Agrário e o Agrária Pesquisa. A programação semestral é pensada pela Comissão Prosa na Quinta e discutida e aprovada nas reuniões do laboratório.

 

 

Prosa

 

O objetivo da Prosa é promover o debate em torno de temas diversos de interesse dos pesquisadores do laboratório a partir da exposição realizada por interlocutores convidados. Estes, por sua vez, são das mais variadas origens: professores de outras unidades e universidades, profissionais liberais, participantes de movimentos sociais, membros de comunidades, enfim, todos aqueles que, de uma forma ou de outra, estejam envolvidos com as temáticas abordadas pelo Agrária. São reuniões de caráter informal e abertas ao público, realizadas nas dependências do Departamento de Geografia.

 

 

Cine Agrário

 

O Cine Agrário é uma atividade do Laboratório de Agrária, no interior da Prosa na Quinta. O seu objetivo é promover o debate em torno de temas diversos do interesse dos alunos de Graduação e Pós Graduação, vinculados ao laboratório. Trata-se de sessões de filmes seguidas de debates conduzidos por um professor convidado, visando o aprofundamento dos temas relacionados à Questão Agrária. Esta atividade é realizada de forma integrada às atividades da Prosa, mantendo-se o mesmo dia do mês, a partir de uma programação prévia. As sessões são abertas ao público e ocorrem no período entre-aulas, das 18h00 às 20h00.

 

 

Agrária Pesquisa

 

Agrária Pesquisa é uma atividade do Laboratório de Agrária igualmente no interior da Prosa na Quinta. O seu objetivo é promover o debate em torno de temas da Questão Agrária a partir das pesquisas realizadas por alunos de Graduação, Pós-Graduação e professores ligados ao laboratório. A diferença da Prosa está na origem do interlocutor: enquanto a Prosa traz pesquisas externas, mas confluentes aos temas tratados pelo Agrária, no Agrária Pesquisa são expostas as pesquisas realizadas pelos membros do laboratório. As atividades são mantidas igualmente no mesmo período do mês, respeitando uma programação realizada pela Comissão Prosa na Quinta e aprovada nas reuniões do laboratório.

 

 

PROJETO SEMANA DE GEOGRAFIA

 

O projeto SEMANA DE GEOGRAFIA é uma realização conjunta do Labur (Laboratório de Geografia Urbana), FEUSP e Agrária através das professoras coordenadoras Gloria A. Alves (Labur), Sonia Castellar (FEUSP) e Valeria de Marcos (Agrária). Trata-se de um projeto que tem por objetivo discutir o ensino de Geografia nas escolas públicas, buscando uma maior aproximação entre as escolas e a universidade.

 

O projeto nasceu por iniciativa de alunos de Graduação do curso de Geografia em 2003 e desde seu início contou com a coordenação das Profas. Dras. Gloria A. Alves e Sonia Castellar. O Agrária iniciou sua participação no projeto a partir de 2007 com o ingresso da Profa. Dra. Valeria de Marcos no DG. Trata-se de um projeto de realização anual que está, em 2009, em sua sexta edição.

 

As atividades realizadas pela SEMANA DE GEOGRAFIA são: grupos de estudo com temas relacionados ao ensino de Geografia, de periodicidade mensal;  oficinas, onde professores do Departamento e de outras universidades oferecem cursos de quatro a oito horas de duração para professores da rede pública e estudantes do curso de Geografia da FFLCH USP e de outras universidades. Estas oficinas ocorrem uma vez por ano; espaços de discussão onde são abordadas questões relacionadas ao tema da mesa redonda que será realizada em seguida. Tanto os espaços de discussão quanto as mesas redondas ocorrem durante a realização da Semana propriamente dita, normalmente na terceira semana de outubro.

 

O ponto alto da SEMANA DE GEOGRAFIA, porém, é o que denominamos Escola de Projetos. Trata-se de um olhar para a produção da escola pública, através dos projetos didáticos que são realizados por seus professores e alunos. Todo início de ano letivo são encaminhadas cartas a todas as escolas públicas da Região Metropolitana de São Paulo convidando os professores a submeterem seus projetos para apreciação. Os projetos enviados são analisados e aqueles aprovados passam a ter o acompanhamento de um monitor (bolsista ou voluntário) que irá semanalmente às escolas acompanhar a execução dos projetos. Durante a Semana propriamente dita são os alunos das escolas públicas que vêem até a universidade apresentar os resultados dos projetos por eles realizados. Desde a primeira realização desta atividade o número de projetos e escolas participantes só tem aumentado. Em 2009 foram 11 projetos de 10 escolas participantes, e mais de 300 alunos da escola pública que apresentaram seus trabalhos na Universidade.

 

A princípio, nos anos pares realiza-se a Escola de Projetos (neste caso as oficinas são ministradas nos fins de semana de setembro e outubro) e nos anos impares dá-se foco para a formação e debate conceitual com os professores da rede pública (neste caso as oficinas ocorrem no interior da Semana). O sucesso da Escola de Projetos de 2008 fez com que também em 2009 fosse mantida a Escola de Projetos. Estamos em avaliação para definir a estrutura da Semana para 2010.

 

Para a realização deste projeto contamos com o apoio financeiro da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão e a Pró-Reitoria de Graduação, além das bolsas dos programas Ensinar com Pesquisa (PRG) e Aprender com Cultura e Extensão (PRCEU).

 

Topo